Microsoft Certified Solutions Associate & Expert – SQL Server 2016

Pessoal, recentemente finalizei a carreira de certificações (por enquanto) em SQL Server. Gostaria de através desse post compartilhar com vocês como está atualmente a carreira de certificações da Microsoft, com relação à plataforma de dados, e também dar algumas dicas de como vocês podem também alcançar um ou vários dos titulo de Microsoft Certified Professional.


Carreira de certificações atual (MCSA SQL 2016)

No que diz respeito ao SQL Server 2012/2014, a carreira de certificações se resumia a apenas uma onde, para conseguir o título de Microsoft Certified Solutions Associate, era necessário realizar 3 provas onde, em cada uma delas, eram medidos conhecimentos em três áreas diferentes: Desenvolvimento (Exame 70-461), Administração (Exame 70-462) e Desenvolvimento de Ambientes de BI (Exame 70-463).

Conseguir adquirir essa certificação não era tarefa fácil pois demandava do candidato conhecimentos profundos de 3 assuntos totalmente distintos.

Atualmente, no SQL Server 2016, a Microsoft mudou um pouco a maneira de pensar com relação à carreira de certificações e dividiu o MCSA em três trilhas diferentes. São elas:

  • MCSA SQL 2016 | Database Development – Esse título é adquirido pelo candidato que for bem sucedido nos exames 70-761 – Querying Data with Transact-SQL e 70-762 – Developing SQL Databases.
  • MCSA SQL 2016 | Database Administration – Esse título é adquirido pelo candidato que for bem sucedido nos exames 70-764 – Administering a SQL Database Infrastructure e 70-765 – Provisioning SQL Databases.
  • MCSA SQL 2016 | BI Development – Esse título é adquirido pelo candidato que for bem sucedido nos exames 70-767 – Implementing a SQL Data Warehouse e 70-768 – Developing SQL Data Models.

Impressões sobre as provas (MCSA SQL 2016)

            

Quando iniciei a jornada de certificações da plataforma do SQL Server 2016 eu já possuía o título de SQL Server MCSA 2012/2014 e, por isso, não houve a necessidade de que eu realizasse os 6 exames para conquistar cada um dos 3 títulos do MCSA do SQL Server 2016 pois, cada uma das 3 provas substitui a primeira prova (70-761, 70-764 e 70-767) do novo ciclo.

Essa substituição ocorre pelo simples fato de que o conteúdo estudado para as 3 provas do SQL Server 2014 é praticamente o mesmo que para a primeira prova de cada uma das novas carreiras. com base nisso, leiam:

Agora, quanto aos outros 3 exames, seguem abaixo minhas impressões:

  • Exame 70-762 – Developing SQL Databases – Esse exame é o segundo da trilha para MCSA em Desenvolvimento. Realizei essa prova quando estava em período BETA. foram em torno de 63 questões (Atualmente não deve passar de 45) onde os principais assuntos cobrados estão relacionados à identificação e solução de problemas relacionados tratamento de exceções em queryes, identificação e tratamento de Locks e Deadlocks e os demais assuntos relacionados à segurança de objetos, utilização de triggers e views para abstração de banco de dados físico na aplicação dentre outros.
  • Exame 70-765 – Provisioning SQL Databases – Esse exame é o segundo da trilha para MCSA em Administração de ambientes de bancos de dados em SQL Server. Também realizei esse exame em caráter BETA e, não se enganem, AZURE é o tema dessa prova. Dentre os assuntos mais cobrados estão: Identificar qual o melhor caminho para criação de uma infraestrutura no AZURE (Infrastructure as a Services [IaaS] ou Platform as a Services [PaaS]), como identificar o melhor tipo de Tier para Azure SQL Database com base nas possibilidades disponíveis em cada um deles, Como realizar Backup e Restore no ambiente Cloud, configuração do ambiente de dados do SQL Server em VMs no AZURE dentre outros.
  • Exame 70-768 – Developing SQL Data Models – Esse exame é o segundo da trilha para MCSA em Business Intelligence com a plataforma do SQL Server 2016. Esse exame é unica e exclusivamente relacionado ao SQL Server Analysis Services. Dentre outros assuntos, os mais cobrados são: Qual modelo (Multidimensional ou Tabular) usar dependendo dos requisitos fornecidos, Como desenvolver KPIs e Campos Calculados com MDX e DAX, Como ocultar dos usuários finais colunas e tabelas em ambos os modelos, Como otimizar cubos multidimensionais através de relacionamentos entre atributos, qual tipo de armazenamento utilizar em ambos os modelos (MOLAP/ROLAP x InMemory/DirectQuery) dentre outros.

    Carreira de certificações atual (MCSE SQL 2016)

Anteriormente existiam duas carreiras para se tornar um Expert nas soluções da plataforma de dados do SQL Server. Era possível se tornar Solutions Expert em Data Platform (Exame 70-464 e Exame 70-465) ou em Business Intelligence (Exame 70-466 e Exame 70-467).

Atualmente, essas duas certificações foram descontinuadas. Existe epenas um título que pode ser adquirido. Ele se chama Microsoft Certified Solutions Expert in Data Management and Analytics. Para adquirir essa certificação basta que você possua uma das certificações em MCSA SQL 2016 (Desenvolvimento, Administração ou BI) e seja bem sucedido em um dos exames abaixo:

  1. Exame 70-473 – Designing and Implementing Cloud Data Platform Solutions – “Este exame foi criado para candidatos que estiverem interessados em confirmar suas habilidades em projetar e implementar soluções de plataforma de dados da Microsoft. Os candidatos deste exame devem ter experiência relevante de trabalho em soluções de plataforma locais e baseadas em nuvem.”
  2. Exame 70-475 – Designing and Implementing Big Data Analytics Solutions – “Este exame de certificação destina-se a profissionais de gerenciamento de dados, arquitetos de dados, cientistas de dados e desenvolvedores de dados que criam soluções de análise para Big Data no Microsoft Azure. Os candidatos deste exame devem ter experiência relevante de trabalho em soluções de análise de Big Data.”
  3. Exame 70-464 – Developing Microsoft SQL Server Databases – “Este exame se destina a profissionais de banco de dados que compilam e implementam bancos de dados em várias organizações e garantem níveis elevados de disponibilidade de dados. Entre suas responsabilidades estão criar arquivos de banco de dados, tipos de dados e tabelas; planejar, criar e otimizar índices; garantir integridade de dados; implementar exibições, procedimentos armazenados e funções; e gerenciar transações e bloqueios.”
  4. Exame 70-465 – Designing Database Solutions for Microsoft SQL Server – “Este exame é destinado a profissionais de banco de dados que projetam e compilam soluções de banco de dados na organização. Eles são responsáveis pela criação de planos e projetos para estrutura, armazenamento, objetos e servidores de banco de dados. Eles criam o plano para o ambiente em que a solução de banco de dados é executada.”
  5. Exame 70-466 – Implementing Data Models and Reports with Microsoft SQL Server – “Este exame é destinado a desenvolvedores de Business Intelligence (BI) com foco na criação de soluções de BI que exigem implementar modelos de dados multidimensionais, implementar e manter cubos OLAP e criar exibições de informações usadas na tomada de decisão de negócios.”
  6. Exame 70-467 – Designing Business Intelligence Solutions with Microsoft SQL Server – “Este exame é destinado a arquitetos de Business Intelligence (BI), que são responsáveis pelo projeto geral de uma infraestrutura de BI e pelo modo como esta se relaciona com outros sistemas de dados em uso.”

    Impressões sobre as provas (MCSE SQL 2016)

Para adquirir a certificação de MCSE em SQL Server 2016 realizei primeiramente o Exame 70-466 e em seguida o exame 70-767 ( não que esse fosse necessário mas decidi o fazer pois os dois exames eram necessários para a carreira de MCSE de Business Intelligence).

  • Exame 70-466 – Implementing Data Models and Reports with Microsoft SQL Server – Esse exame é muito parecido com a segunda prova necessária para o MCSA em BI do SQL Server 2016 (Exame 70-768). A diferença entre eles é que, neste, conhecimentos em Reporting Services são necessários. Dentre eles: saber que componentes usar dependendo do tipo de análise solicitada, saber quais permissões usar exatamente dependendo da necessidade, como realizar migrações de ambiente em situações de disaster/recovery, dentre outros.
  • Exame 70-467 – Designing Business Intelligence Solutions with Microsoft SQL Server – Esse exame foi o MAIS DIFÍCIL que já realizei. Ele não exige simplesmente que saiba-se construir, desde modelos Dimensionais (Kimball x Immon) em SQL Server, Projetos de Integração de Dados com Integration Services, Projetos de Cubos Tabulares e/ou Multidimensionais e projetos de Reporting Services em modo Nativo e/ou integrados com sharepoint, mas também o que é MELHOR dentre as várias opções disponibilizadas. Outros assuntos abordados também são cubos dentro do Power Pivot (e como importá-los para um modelo Tabular dentro do SSAS) e análises dentro do Power View (Ainda não encontramos aqui Mobile Report e Power BI).

Como se preparar – Material para Estudo

Essa área do post se dedica às pessoas que querem aprender o conteúdo necessário para se tornarem Microsoft Certified Solutions Associate / Solutions Expert em SQL Server 2016. Abaixo seguem os livros e materiais que utilizei para conseguir ser bem sucedido em todos esses exames os quais listei.

  • Para os exames relacionados a desenvolvimento de SQL Server (70-461, 70-761, 70-762 e 70-464) aconselho o estudo APROFUNDADO do livro Querying Microsoft® SQL Server® 2012 Exam 70-461 Training Kit.
  • Para os exames relacionados a administração de ambiente em SQL Server (70-462, 70-764 e 70-465) aconselho também o estudo aprofundado dos livros Training Kit Exam 70-462: Administering Microsoft® SQL Sever® 2012 DatabasesProfessional Microsoft SQL Server 2014 Administration. Em se tratando de alta disponibilidade com AlwaysOn FCI aconselho o livro SQL Server 2014 – Alta Disponibilidade na Prática Com Alwayson Failover Cluster Instances e para AlwaysOn AG a documentação no link.
  • Para estudos relacionados a AZURE (70-765 e 70-473) aconselho o estudo através das documentações (Não há muito conteúdo em livros ainda sobre o assunto).
  • Para os exames relacionados à Business Intelligence (70-463, 70-767, 70-768, 70-466 e 70-767) não existe melhor fonte, na minha opinião, que estudar profundamente os livros: The Data Warehouse Toolkit (Para modelagem), Professional Microsoft SQL Server 2014 Integration Services (Para Integração de Dados), Professional Microsoft SQL Server 2012 Analysis Services with MDX and DAX (Envolve todo o conteúdo OLAP da plataforma do SQL Server + dicas avançadas de performance e troubleshoot + conteúdo para desenvolvimento de códigos em Multidimensional Expression [MDX] e Data Analysis Expression [DAX]) e o Professional Microsoft SQL Server 2016 Reporting Services and Mobile Reports (Todo o conteúdo de Reporting Services com o Adicional do Mobile Report [Ainda não cobrado para os exames]).

    Espero poder conseguir ajudá-los e desejo que todos tenham sucesso nos exames.

Anúncios

70-462 – Administering Microsoft SQL Server 2012 Databases

Na ultima sexta-feira tive novamente o prazer de executar de maneira bem sucedida mais um dos exame de certificação da Microsoft | 70-462 – Administering Microsoft SQL Server 2012 Databases.

Esse post finaliza a trilha de dicas para aqueles que quiserem se tornar MCSA – Microsoft Certified Solution Associate em SQL Server.

(Veja também os posts sobre as provas 70-461 – Querying Microsoft SQL Server 2012 e 70-463 – Implementing a Data Warehouse with Microsoft SQL Server 2012).

Como já lhes disse outras vezes, as provas de certificação da Microsoft não são fáceis e exigem muito mais do que conhecimento teórico dos assuntos cobrados. Elas exigem experiência em casos de uso. Ou seja “quem se atenta unicamente em como usar e não em porque usar tem uma grande chance de não ter um resultado bem sucedido”.

Alguns dos assuntos mais cobrados foram:

  1. Conhecer os diferentes tipos de solução de Alta Disponibilidade – AlwaysOn, SQL Server Failover Cluster, Logging Shipping, Database Mirroring e Replicação
  2. Saber configurar e dar manutenção em cada um dos tipos de recursos de Alta Disponibilidade – principalmente o AlwaysOnDatabase Mirroring.
  3. Conhecer os tipos de Backup de banco de dados e saber quando e porque executá-los – Levando em consideração ambientes de Alta Disponibilidade;
  4. Conhecer os tipos de Restore de banco de dados e saber quando e porque executá-los – Levando em consideração ambientes de Alta Disponibilidade;
  5. Conhecer muito bem cada um dos tipos de ReplicaçãoTransaction, Merge, SnapShot e Peer-to-Peer Replication. Entender quando deve-se utilizar cada um deles.
  6. Migração de bancos de dados – principalmente em ambientes de Alta Disponibilidade (AlwaysOn e Database Mirroring);
  7. Segurança de Servidores, Bancos de Dados comuns e Contained Databases (Muito cobrado o uso dos comandos DCLGRANT, REVOKE e DENY). 
  8. Criação de TDE – Transparent Data Encryption

A prova cobrou muito sobre Alta Disponibilidade. Por tanto, entender e saber configurar High-Availabitity environments é um pré requisito para quem quiser realizar este exame! 

70-463 – Implementing a Data Warehouse with Microsoft SQL Server 2012

Pessoal, ontem tive o prazer de executar de forma bem sucedida o exame 70-463 – Implementing a Data Warehouse with Microsoft SQL Server 2012.

Como falei no post anterior (70-461 – Querying Microsoft SQL Server 2012), essa série é direcionada a ajudar os profissionais que querem se especializar nas tecnologias relacionadas ao Microsoft SQL Server. 

Da mesma forma como assinalei no texto relacionado a primeira prova que fiz, os exames realmente não são fáceis e estão muito focados em casos de uso. Ou seja, “quem se atenta unicamente em como usar e não em porque usar tem uma grande chance de não ter um resultado bem sucedido”.

Alguns assuntos muito cobrados foram:

  1. O uso adequado dos componentes do Integration Services levando em consideração sua classificação de bloqueio de fluxo de carga – Blocking, Semi-Blocking and Non-Blocking Components;
  2. Conceitos bem profundos de modelagem dimensional – dando bastante foco ao modelo Star Schema de Ralph Kimball;
  3. A instalação e uso do Data Quality Services e Data Quality Client para qualidade de dados;
  4. A criação e uso adequado dos ambientes dentro de uma solução de SSISDB unido, claro, à criação e usabilidade da parametrização de conexões com a fonte dos dados;
  5. Deploy de projetos de ETL para o SQL Server Catalog (principalmente usando o cmd) e o uso de procedures e views de sistema do SSISDB para configuração do ambiente e consultas relacionadas a Log de execução;
  6. Uso adequado dos Package Protection Levels e dos Niveis de Isolamento dentro de transações no SSIS;
  7. Uso de tasks específicas como o consumo do Change Data Capture e o uso adequado do Slowly Changing Dimension;

Bom, com base nisso, espero poder ajuda-los! Bons estudos, galera! 

70-461 – Querying Microsoft SQL Server 2012

Pessoal, ontem iniciei minha carreira de Microsoft Certified Professional. Tive o prazer de executar de maneira bem sucedida o exame 70-461 – Querying Microsoft SQL Server 2012.

Algumas pessoas conversaram comigo sobre o desejo de também iniciarem a carreira de certificações do Microsoft SQL Server, e esse post é direcionado para ajudar as pessoas que têm interesse em fazer o exame.

Bom, em um primeiro momento deixo bem claro que o exame não é simples. São estudos de caso baseados nas soluções de T-SQL que vão desde a criação de uma tabela com os tipos de dados corretos para uma situação específica até uma solução de abstração de sistema através de uma view indexada que recebe requisições de consultas e inserts com uma trigger Instead Of que redireciona o o insert da requisição para duas tabelas no banco de dados.

Uma dica muito útil para quem está estudando pelo Trainning Kit é não se satisfazer somente em como usar a solução. O exame não cobra somente o funcionamento e as novas soluções implementadas no SQL Server 2012 de T-SQL, mas também o caso de uso. Ou seja quem se atenta unicamente em como usar e não em porque usar tem uma grande chance de não ter um resultado bem sucedido.

Alguns assuntos foram muito cobrados. Foram eles:

  1. Criação e alteração de Stored Procedures;
  2. Criação e manutenção de Views com schemabinding, encryption e indexação;
  3. Criação de Triggers DML (Instead Of principalmente);
  4. Window Functions – Over, Partition By, Leg e Lead, Rank());
  5. Uso de algumas novas funções implementadas (por exemplo EOMONTH());
  6. Manipulação de XMLs;

Com base nisso, acredito que vocês podem perceber que o exame realmente solicita detalhes de usabilidade.

Deixo um pequeno exemplo de uma questão que marcou bastante.

 A pergunta foi relacionada a uma situação em que você precisa armazenar o dado de tempo para países com fuso horários diferentes. Você pode fazer isso usando o tipo de dado Datetimeoffset. Esse tipo de dado armazena o horário + a diferença de time zone baseado no meridiano de Greenwich. O fuso horário será calculado em +/- a quantidade de horas de diferença do meridiano para o horário do país.

Esse foi somente um pequeno exemplo do nível de complexidade da Prova. Espero poder ajuda-lo(a)!